TRANSLATE

8 de setembro de 2013

Brasil - Mogi das Cruzes - Expresso Turístico (Vagão Bicicletário) - 186km



















Santo André-SP >>> São Paulo-SP = 24km (2 horas)
Estação da Luz (São Paulo-SP) >>> Mogi das Cruzes-SP no Expresso Turístico = 60km (2 horas) 
Mogi das Cruzes-SP = 18km (pedalar para conhecer os pontos turísticos, as ciclovias, a Shimano FEST, encontrar um lugar para alimentação...) 2 horas
Mogi das Cruzes-SP >>> São Paulo-SP no Expresso Turístico = 60km (2 horas)
São Paulo-SP >>> Santo André-SP = 24km (2 horas)

Bicicleta = 66km
Trem = 120km
Total = 186km

Finalmente tive a oportunidade de utilizar o Expresso Turístico da CPTM. O serviço de transporte ferroviário de longa distância é bom. Consultei a viagem no site da CPTM, depois fui pessoalmente no guichê da estação Luz, comprei a passagem em dinheiro um mês antes do evento. Tem até mesmo um material orientando o usuário em PDF.

Enfim, fui pedalando até a estação de trem e de lá peguei o expresso turístico com destino à Mogi das Cruzes-SP. Tempo de duração da viagem foi 1 hora e 40 minutos. Durante a viagem um profissional da CPTM narra e explica a história da estrada de ferro, das estações, das décadas e importância das mudanças do sistema de transporte de carga e passageiros. Muito interessante mesmo.

Trata-se de uma locomotiva ALCO-RS3 de 1952 canadense à diesel, dois vagões BUDD-MAFERSA 1960 e um vagão bicicletário com capacidade de até 45 bikes.

Fiquei surpreso pois somente eu embarquei com a bicicleta no vagão bicicletário. Acredito que em função do preço, vi muitas composições da CPTM lotadas de passageiros no domingo e com o último vagão lotados de bikes, teve um que contei 23 bikes... bem diferente do expresso turístico. As pessoas pagam R$3,00 por viagem e tentam aproveitar ao máximo os trens comuns de linha da CPTM, mas devem acreditar ser caro o valor de R$37,40 ida e volta com espaço exclusivo para bike.






LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...